4 segmentos de e-Commerce em alta

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

segmentos de e-commerce em alta

Saber como aproveitar o comércio virtual é fundamental para não desperdiçar nenhuma oportunidade. Sabendo como atuar, abrir uma loja online torna-se muito mais fácil e passa a ter maiores chances de sucesso.

Para tanto, é necessário conhecer quais são os segmentos de e-commerce em alta. A partir daí, fica fácil decidir como aproveitar as tendências e garantir ótimos resultados para o empreendimento.

Para que não restem dúvidas, continue lendo o post e conheça 4 segmentos que merecem destaque.

1. O setor de moda permanece sendo o principal do segmento

De acordo com a 36ª edição do levantamento Webshoppers, o setor de moda e acessórios é o com maior volume de solicitações no e-commerce no primeiro semestre de 2017. Ao total, ele responde por quase 15% dos pedidos.

Esse setor traz diversas possibilidades para quem investe, já que atua tanto na venda de produtos de fabricação própria, quanto na revenda.

Além disso, é possível abranger uma grande quantidade de itens, com valores e abordagens variadas.

2. O de telefonia e celulares é um dos segmentos de e-commerce em alta

Outra categoria que está em alta é o de telefonia e celular, em geral. Considerando que o número de brasileiros com celular aumentou quase 150% na última década, essa é uma tendência que faz sentido.

Essa categoria lidera, por exemplo, o volume de faturamento, sendo responsável por mais de 22% do total. Indo além, é uma área em crescimento. Em relação ao primeiro semestre de 2016, as vendas desse setor aumentaram 35% em pedidos e 43% em faturamento.

É possível oferecer tanto os aparelhos quanto acessórios diversos, como capas personalizadas, speakers e outros itens que favorecem o uso desses elementos.

segmentos de e-commerce em alta

3. O segmento de itens para a casa também vem demonstrando desenvolvimento

Na segunda posição de maior crescimento no período está a área de itens para a casa e de decoração. Esse não é apenas um dos segmentos de e-commerce em alta, mas também oferece muita praticidade para quem deseja abrir uma loja virtual.

As possibilidades são infinitas e é possível investir desde em móveis e acessórios personalizados até em presentes criativos e decorações econômicas e funcionais.

O mix variado de produtos garante uma diversificação do risco e maior alcance de público. Além de tudo, os valores, muitas vezes atraentes, contribuem para que o empreendimento virtual tenha sucesso nas vendas.

4. O de cosméticos e beleza é outro com grande market share

Considerando que o Brasil está entre os cinco maiores mercados de beleza do mundo, não é estranho pensar que essa é a segunda maior categoria em volume de compras.

Os cosméticos, os itens de saúde e de perfumaria respondem por 12% do total de pedidos. Com isso, é um dos segmentos de e-commerce em alta.

Graças ao que é conhecido como “efeito batom”, o mercado da beleza tem grande força, mesmo durante as crises econômicas. Com isso, é uma opção segura e que oferece várias possibilidades, até diante das adversidades.

Além disso, trata-se de um segmento variado, em que é possível adotar abordagens específicas para ficar de acordo com o público.

Os segmentos de e-commerce em alta variam em relação aos produtos, preços e faturamento. Porém, o que têm em comum é o grande interesse do público, então vale apostar em um desses nichos para aumentar as chances de sucesso.

O que você acha sobre essas possibilidades? Conte nos comentários e participe!

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×