Conheça 3 maneiras erradas de fidelizar clientes

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

maneiras erradas de fidelizar clientes

A fidelização dos clientes é algo fundamental para as empresas de todos os portes e segmentos. Principalmente em momentos de recessão, ter consumidores assíduos é importante para que a companhia mantenha um fluxo de vendas positivo. Além disso, fidelizar um cliente é muito mais barato e efetivo do que focar as estratégias do negócio em adquirir novos compradores.

No entanto, a trajetória para conquistar o público não é tão simples e muitas empresas acabam empregando maneiras erradas de fidelizar clientes, que podem ter o efeito contrário e acabar afastando os consumidores.

Se você não quer cometer esses erros, confira na sequência as 3 maneiras erradas de fidelizar clientes que você deve manter bem longe da sua empresa!

1. Tentar agradar sem conhecer o cliente

Vamos começar apresentando uma das principais maneiras erradas de fidelizar clientes, que tem a ver com a ideia de que todos os consumidores são iguais e gostam das mesmas coisas. Para tentar agradar e fidelizar o cliente, muitas empresas desenvolvem estratégias sem ao menos conhecer o perfil do seu público-alvo. A consequência disso são ações desconectadas com as necessidades e preferências da clientela.

Para ser efetivo na busca pela fidelização, é fundamental investigar o perfil do público, sabendo a idade, sexo, estado civil, profissão, entre outras informações pessoais que te ajudarão a traçar uma persona que representará boa parte dos seus clientes. A partir daí, é possível desenvolver ações de fidelização personalizadas e que certamente alcançaram o resultado esperado.

maneiras erradas de fidelizar clientes

2. Acreditar que a equipe não precisa de treinamento para fidelizar os consumidores

Os profissionais que atuam na área de atendimento e vendas contribuem fortemente para a imagem que o consumidor traçará da empresa. Sendo assim, um atendimento insatisfatório pode comprometer todas as ações de fidelização adotadas pela empresa.

Não preparar o time para executar um atendimento educado, prestativo e que vai ao encontro das necessidades do público representa uma das maneiras erradas de fidelizar clientes. Não basta pedir que o colaborador fique sorrindo e acompanhando toda a trajetória do cliente na loja. Isso, na verdade, pode até incomodar alguns consumidores.

É importante que o cliente se sinta à vontade e que receba todas as informações necessárias para a realização da compra. Desse modo, workshops e treinamentos para os colaboradores focados em relacionamento interpessoal, técnicas de vendas e atualização do portfólio da marca são importantes em todas as empresas que buscam fidelizar seus clientes.

3. Maneiras erradas de fidelizar clientes: preocupar-se com o pré-venda e esquecer do pós-venda

Muitas empresas focam todos os seus esforços na prospecção e no fechamento de novos negócios e, depois, não mantêm nenhuma interação com o consumidor. Não valorizar o pós-venda é uma das maneiras erradas de fidelizar clientes mais comum. Por mais que o pré-venda tenha sido ótimo, é essencial que a companhia mantenha esse sentimento positivo após a conclusão da compra, selando um relacionamento duradouro com o cliente.

É interessante que a corporação busque saber se o consumidor está satisfeito, se o produto ou serviço adquirido superou as suas expectativas e qual a opinião dele sobre o atendimento, a entrega, entre outros serviços que integram o processo de compra. Esse contato pós-venda demonstra que a empresa valoriza o cliente, ajudando na fidelização. Além disso, essas informações são importantíssimas para melhorar a atuação do seu negócio.

No artigo de hoje, abordamos as 3 maneiras erradas de fidelizar clientes que você deve evitar em sua empresa. Aproveite que você está pesquisando o tema e veja também em nosso blog o post que aponta 4 palavras mágicas para vender mais e fidelizar clientes.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×